Quais exames da SAF devem ser feitos?

Como já vimos, o diagnóstico da SAF é sempre feito pelo médico, que analisa os sintomas, e os exames laboratoriais do paciente. Desconfia-se da síndrome em casos de abortos por repetição ou de trombose (venosa ou arterial). Nesses casos, o médico solicita ao paciente alguns exames de sangue para investigar a SAF. E, para uma melhor precisão no diagnóstico, normalmente é requisitado em dois momentos distintos, com um intervalo de 12 semanas entre eles. Confira, a seguir, quais são esses exames:
• Anticardiolipina;
• anticoagulante lúpico;
• anti-beta-2-glicoproteína I.
Com os resultados desses exames em mãos, é possível identificar a presença dos anticorpos antifosfolípides no sangue do paciente. Em alguns casos, os níveis dos anticorpos podem variar por alguma razão, caso a pessoa esteja passando por uma infecção, por exemplo. Por esse motivo, é solicitado a repetição desses exames. É importante enfatizar sempre, que para todo e qualquer diagnóstico procure sempre o seu médico.

Dra. Regina Biasoli

Hematologista e Clínica Geral

CRM 75627

RQE 30670

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *